Você está em
  • Home
  • Artigos
  • Como escolher a melhor internet residencial?
Leitura 4 min

Como escolher a melhor internet residencial?

Equipe Planos TIM

Por Equipe Planos TIM

Redatores

homem usando notebook

Assim como acontece em qualquer outro processo de compra, a escolha do plano de internet residencial ideal precisa ser feita de forma planejada. É preciso levar em consideração aspectos básicos mas que no final fazem toda a diferença para adquirir um serviço que atenda todas as expectativas e necessidades do cliente. 

Mas você sabe quais aspectos são esses que podem ser determinantes para uma contratação da melhor internet residencial? No texto de hoje vamos mostrar o que deve ser analisado antes de assinar um pacote de internet para a sua casa.  

Considere o número de moradores 

Na hora de escolher o seu plano de internet residencial, o primeiro passo a ser dado é considerar quantas pessoas moram com você. E por que isso é importante? Como a velocidade da conexão está diretamente relacionada com a quantidade de dados transmitidos, se muitas pessoas estiverem usando a rede ao mesmo tempo ela acabará ficando sobrecarregada.

Na prática isso quer dizer que se você contratar uma internet com velocidade de 15 mbps e quatro pessoas se conectarem na rede transmitindo 60 mbps, a conexão da residência registrará o dobro da carga de velocidade contratada. Ou seja, na certa haverá lentidão do serviço. Portanto, a quantidade de usuários é um aspecto muito importante e que precisa ser avaliado no momento da contratação de um plano de banda larga. 

Leve em conta o perfil de consumo dos usuários 

Outro ponto fundamental que deve ser analisado são os hábitos de consumo de quem irá dividir a internet com você. Afinal, quanto maior o consumo de dados, maior também precisa ser a velocidade da conexão. 

Normalmente, existem três perfis de usuários na internet, que são: básico (entre 1MB e 5MB por pessoa), moderado (entre 5MB e 10MB por pessoa) e heavy user (entre 10MB e 15MB por pessoa).  Usuários do perfil básico são aqueles que costumam usar a internet para checar e-mails, redes sociais e assistir vídeos online. 

Já os consumidores de perfil moderado, além de navegar nas redes sociais, também têm o hábito de usar serviços de streaming, como Netflix, e de armazenamento na nuvem, como Google Drive. Por fim, os heavy users são aquelas pessoas que, normalmente além de usarem serviços de streaming, também baixam muito conteúdo na internet ou são adeptos de jogos online. 

Sabendo disso, busque avaliar como é o comportamento de consumo na sua casa e na certa você conseguirá adquirir a melhor internet residencial para a sua família.

Analise as velocidades disponíveis e a cobertura das operadoras

Depois de considerar o número de moradores e os seus respectivos perfis enquanto usuários de banda larga, o próximo ponto que é importante levar em consideração são as velocidades dos planos que está considerando contratar. 

Normalmente as empresas de telefonia oferecem diversos pacotes com diferentes velocidades de conexão, no entanto eles podem variar de uma região para outra. E a razão disso é a área de cobertura que essas operadoras possuem.

É comum, por exemplo, que bairros mais afastados não tenham acesso às mesmas velocidades que bairros mais centrais. Além disso, tecnologias mais recentes e que exigem uma estrutura de cabos mais robusta, como a fibra ótica, ainda não estão presentes em todas as localidades. 

Por isso, é fundamental verificar com as operadoras quais velocidades estão disponíveis na sua região e se elas são capazes de suprir suas necessidades. 

Pesquise sobre a reputação dos serviços das operadoras 

Antes de decidir pela contratação de um plano de internet, é imprescindível pesquisar e conhecer a reputação das operadoras que estão sendo consideradas e dos respectivos serviços que elas oferecem. 

Há quanto tempo essas empresas estão no mercado? Conhece alguém que já é cliente da operadora para ter feedback sobre a qualidade do serviço? O atendimento e o suporte técnico são rápidos e eficientes? Essas são algumas perguntas que poderão ajudá-lo durante esse processo de pesquisa e que pode ser decisivo para evitar problemas no futuro. 

Faça uma análise do custo-benefício dos planos

Depois de considerar a quantidade de usuários que irão dividir a internet com você, conhecer seus hábitos de consumo e pesquisar sobre a qualidade dos serviços das operadoras que oferecem banda larga na sua região, pode ser interessante analisar o custo-benefício dos planos que são oferecidos dessas empresas. 

Nem sempre o valor mais baixo será o ideal, afinal o perfil de consumo pode não ser atendido pela velocidade oferecida por um determinado plano. Além disso, se você está em busca de comodidades, como TV por assinatura, podem existir opções mais interessantes de contratação de todos os serviços em uma mesma operadora, reduzindo custos de contratação e manutenção. 

A partir da análise desses cinco pontos que apresentamos ao longo do texto, será mais fácil escolher a internet residencial ideal para você e sua família. A TIM oferece várias opções de banda larga em boa parte do país. Conheça os nossos planoseveja se TIM Live é uma boa opção.

Quem escreve

Equipe Planos TIM

Equipe Planos TIM

Redatores

Nossa equipe de redatores do Planos TIM está, diariamente, se atualizando para trazer as melhores novidades da operadora para você.